Autor Independente, Precisamos de Você


Hoje o Universo Guará anunciou aberta a sua convocatória 2020. É a primeira empreitada que a editora faz nesse sentido para o que é o resultado de meses, talvez anos de insatisfação com uma coisa: o quadrinista independente não chega até os leitores.

Desde 2014 eu publico quadrinhos independentes e, desde 2017, oriento autores que querem fazer o mesmo. Apesar de termos muitas obras interessantes, a maioria esbarra no clássico problema da visibilidade (ou falta dela). Como fazer as obras chegarem aos leitores? Como direcionar os leitores para obras legais sendo produzidas? Essa questão sempre me atormentou.


A distribuição de quadrinhos no Brasil é um gargalo que merece um texto (ou dissertação) sozinho. O importante é que a internet ajudou muito a mudar esse cenário com autores podendo cortar a distribuidora, a livraria e até a editora para falar direto com seus leitores. Tudo indicava que a internet seria a salvação para o nacional e que agora o nosso problema de contato entre autor e leitor estava resolvido. Certo? Bom… mais ou menos.

A internet se mostrou um ecossistema próprio, com redes sociais e algoritmos ditando o comportamento das obras e decidindo o que os usuários vão ver. Como os algoritmos buscam conteúdo que vá manter as pessoas na rede por mais tempo, não necessariamente eles priorizam obras que levam para sites pessoais, outras plataformas ou que sejam mais longos de ler. Alguém precisa rolar o feed, afinal de contas. Claro que a internet ajudou, mas não acabou com o problema de invisibilidade de todos os bons autores independentes.

É aí que a Guará entra na jogada. Temos um público, temos uma equipe dedicada para fazer uma curadoria e formatar os trabalhos, temos formas de escoar as obras, temos interesse em publicar nacional. Não poderia ser de outro jeito.


A Convocatória Guará, portanto, é uma tentativa de trazer pro holofote as obras que a gente considera interessantes e que as pessoas não necessariamente conhecem. Queremos ajudar os autores a chegar no leitor, e vice-versa. Nem de longe é a solução ideal, visto que temos critérios próprios e uma linha editorial específica. Nem todas as obras serão contempladas para todos os gostos, mas tudo bem. Não acredito que a Convocatória Guará vai mudar a cena nacional, vai quebrar paradigmas, vai ser a saga cósmica que mudará o destino do universo mar- enfim, vocês entenderam. Queremos dar um passo na direção certa, incentivar o independente a produzir e a ver que existe espaço para ele.


Acho que a pior parte (pelo menos pra mim) desta convocatória é que eu prometi feedback para todo mundo. Uma das coisas que mais me frustrava quando eu mandava trabalho para editores ou outros artistas no meu início de “carreira”, era a falta de uma resposta. Mandei mal, beleza. Por quê? Onde foi que eu vacilei? Qual aspecto do meu trabalho eu deveria estudar agora pra me sair melhor da próxima vez? Críticas são importantes demais pra quem tá começando. No Brasil, por sermos todos amigos na cena e querermos ver a coisa crescer, muitas vezes fazemos vista grossa para trabalhos ou posturas. O iniciante precisa saber o que está fazendo de errado pra poder crescer.


Eu decidi que vou parar de desenhar meus projetos pessoais pra responder essa galera até o final do ano. Um pequeno preço a pagar por uma cena mais ativa e com um norte mais claro.

Quando a maré sobe, todos os barcos sobem com ela.





Eu queria acabar o texto na frase de efeito, mas preciso desejar boa sorte para todos os participantes da convocatória. O edital está AQUI e você pode inscrever sua obra de 15 de Setembro até 15 de Outubro. Quero esbarrar no seu quadrinho quando estiver lendo o material da galera.

238 visualizações
© Universo Guará - 2020 | Av. das Américas 500, bloco 16, entrada B, sala 313 | CNPJ: 28.893.688/0001-03 (Quadrinhos)